O recomeço do recomeço

Agora o trauma da separação deu as caras. Até que enfim. E chega dessa coisa de falar na terceira pessoa.

Sou eu, entre o ideal do intelecto e da segurança; e o ideal do visceral instintivo. Não co-habitam, não co-existem num mesmo corpo. O primeiro é conhecido, o segundo pode se dividir em vário(a)s. A quarteirização do desejo. A projeção de quem eu deveria ter sido há alguns bons pares de anos.

Mas desconfio de que o principal problema seja, na verdade, outro. O medo de movimentar tantas vidas e ser acometida pela incerteza ou desistência. O trauma.

Não sei.

Anúncios

Sobre Ana Gomes

Profissionalmente, mais aqui >> https://br.linkedin.com/in/anacgomes
Esta entrada foi publicada em Outras coisas. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s