De volta aos 20

Considerando que meus amigos têm mais de 30 anos, são quase todos casados e carregam em si um cansaço de terceira idade, eis que me vi solteira, com menos de 30 (ainda!) e uma disposição que não encontra companhia, portanto, facilmente.

Sim, foi difícil realizar isso. É uma dura constatação.

Mas como estou em São Paulo, lugar onde tudo é possível, de repente me vi no Cortez, na Faria Lima, rodeada de pessoas de 18 anos. Ok, tinha tbm de 20, justiça seja feita. E umas de 50, mas isso é outra história. E eu.

Dias depois, me vi em frente ao Camará, em Pinheiros, com meninos de 18 anos querendo entrar no The L Club (em frente), excitadíssimos com a possibilidade de ver mulheres de mãos dadas e jurando que pegariam muitas, afinal, “só tem mulher lá, véio!!!”. Tadinhos, mal sabem. Eu tentei avisar, não me ouviram.

Resultado: fomos parar no Santa Aldeia. Não sei nem o que comento primeiro, mas começo dizendo que me senti nas baladinhas de Teresópolis há 10 anos. E pra quem não sabe o que isso quer dizer, resumo: um pessoal que esteticamente não pode ser chamado de bonito, músicas que comercialmente não podem ser chamadas de famosas e meninas de saia saint-tropez e saltos que variavam do agulha ao plataforma. Algo único.

Eu estava tão interessada na experiência antropológica que nem bebi, pois queria ficar bem atenta a tudo, por um motivo simples: daqui a muito pouco tempo será o meu filho ali, xavecando as meninas e fazendo charme no meio da pista. Espero que, pelo menos, ele tenha bom gosto. E prefira ir ao Cortez.

Vai lá:
Cortez
Rua Fiandeiras, ali na Faria Lima.
Toca sertanejo universitário (?!?) e eletrônica nos intervalos. Simplesmente lotado. Público bem jovem, pessoas bonitas, cousa fina. Tem uns caras chatos, mas onde não tem? Caro e muito, muito cheio. Gostei.

Não sei se vc deve ir lá:
Camará
Rua Luis Murat, 308, ali em Pinheiros
Muito bonito por fora, mas o público parece ser mais velho (oi, da minha idade?) mas como eu estava de guia de excursão da Disney da Estela Barros (quem lembra?), nem cheguei a entrar.

Não vai lá:
Santa Aldeia
Rua Funchal, quase esquina com a Gomes de Carvalho e a Cardoso de Melo, na Vila Olímpia.
Os meninos juraram de pé junto que eu dei azar e fomos num dia ruim. Eu duvido. Como estamos em São Paulo, lugar onde tem de tudo, prefiro conhecer outras baladas. Quem sabe com alguém de 30 anos 🙂

Anúncios

Sobre Ana Gomes

Profissionalmente, mais aqui >> https://br.linkedin.com/in/anacgomes
Esta entrada foi publicada em Na cidade. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s